Linha de atuação:
Cooperativismo e Comunitarismo Negro

Os territórios negros são os pontos de partida e de chegada o IDEAS. Interessa-nos incidir onde as pessoas sofrem as maiores violações dos seus direitos fundamentais e enfrentam os conflitos decorrentes de sucessivos modelos de desenvolvimento baseados na usurpação, na dilapidação do trabalho, da cultura e de vidas negras. Nos orientamos pelas práticas de resistência e luta nas periferias e nos territórios impactados pelo racismo estrutural, pela guerra as drogas, pela gentrificação e/ou interesse de retomada de territórios populares pelo capital.

Nesta linha, o IDEAS promove Assessoria Popular para as e os ocupantes e trabalhadores de territórios negros, além das suas organizações, sejam grupos, coletivos, associações ou movimentos sociais. Na esteira das vivências comuns periféricas no espaço urbano, importa-nos a politização dos conflitos para o engajamento e avanço do poder popular. Buscamos apoiar a luta pela permanência em seus espaços de trabalho, incluindo a proteção jurídica da posse e a Regularização Fundiária, assim como contribuir para o avanço da organização popular.

Assim, pretendemos fomentar o trabalho cooperado e a auto-organização dos trabalhadores na defesa pela permanência  mediante o reconhecimento das tradições de ancestralidade africana, da produção e difusão de conhecimento negro e popular via estratégias e ações de mobilização, além de formação prática e continuada para a lida com exigências legais e administrativo-financeiras. Buscamos, assim, viabilizar condições para que estes espaços sejam referências territoriais e que, por meio da mediação social comunitária, da gestão territorial e do incentivo ao trabalho cooperado, garantam a prevenção social da violência.